Acne da mulher adulta

DERMATOLOGIA CLÍNICA

Acne da mulher adulta

Acne da mulher adulta aparece mais tardiamente, geralmente após os 25 anos, ou então quando ela vem desde a puberdade e continua até a vida adulta. Esse tipo de acne influencia negativamente as relações pessoais e profissionais, podendo levar à introspecção.

 

Pode aparecer em qualquer mulher, mas está associada com alguns fatores de risco como, por exemplo, ovário policístico ou alguma alteração hormonal em que os hormônios masculinos podem estar elevados.

 

Características da acne da mulher adulta

 

As lesões possuem algumas características próprias. São mais inflamatórias, surgem no queixo, mandíbula e pescoço, são doloridas e grandes. Ao regredirem, deixam manchas e/ou cicatrizes.

 

Geralmente piora no período pré-menstrual, pois, muitas vezes, está associada a alterações hormonais (andrógenos circulantes). Além disso, é frequente a associação com ovário policístico, fatores hereditários, tabagismo, estresse, exposição ao ultravioleta, obesidade e alimentação.

 

Tratamento

 

O tratamento da acne da mulher adulta envolve uma série de avaliações, de aspectos clínicos ao exame dermatológico, assim como exames laboratoriais para avaliar possíveis alterações hormonais.

 

Caso seja encontrada alguma alteração hormonal, a pílula traz benefícios. O tratamento para acne com antibióticos e retinóides vai oferecer uma melhora na qualidade da pele, mas não será a solução definitiva porque não corrige o desequilíbrio que está causando a acne.

 

A qualidade de vida e a alimentação são pontos importantes também. O açúcar, em excesso, estimula a produção exagerada de insulina. Esta, por sua vez, quando acumulada, promove um mecanismo de resistência à insulina que provoca a liberação de hormônios androgênicos e favorecem a acne da mulher adulta.

 

A produção dos andrógenos é maior nos homens. Eles são responsáveis pelo início do funcionamento das glândulas sebáceas, presentes desde o nascimento, mas são mais ativas na puberdade.

 

Os alimentos com alto índice glicêmico (que liberam muita glicose no sangue em um curto espaço de tempo) também são considerados inflamatórios. O chocolate ao leite, assim como bolo, massas, pizza e outros se enquadram nesses alimentos que pioram a acne. E vale ressaltar que outras doenças inflamatórias também pioram com a ingesta excessiva desses alimentos.

 

Formas de tratamento da acne da mulher adulta

 

  • Uso de anticoncepcionais para regularizar a alteração hormonal: deve conter o estradiol associado com progestágeno;
  • Espironolactona: é um diurético usado no tratamento da acne por atuar no bloqueio dos receptores de andrógenos (função antiandrogênica), suprimindo a produção de sebo de maneira dose-dependente;
  • Isotretinoina oral: é indicado para o tratamento de formas graves de acne e quadros resistentes a terapêuticas anteriores. É o único medicamento que age nos quatro fatores patogênicos da acne, como excreção de sebo, inflamação, colonização do Propionibacteruim acnes e comedogênese. Por isso, alcança a remissão prolongada do quadro da acne;
  • Antibióticos orais: Doxiciclina – para efeito anti-inflamatório;
  • Tratamentos tópicos: retinol, ácido retinóico, ácido apelativo, peroxido de benzoíla;
  • Nd:Yag laser: diminui a atividade inflamatória, diminui a oleosidade da pele e fechamento de poros;
  • Peeling de ácido retinóico.

Entre em Contato

Conosco


    Open chat
    Podemos te ajudar?