Cicatrizes de acne

DERMATOLOGIA ESTÉTICA

Cicatrizes de acne

A acne é um problema muito comum na adolescência, que pode persistir na vida adulta e, de acordo com o grau, pode deixar como sequela as cicatrizes.

 

O objetivo do tratamento para cicatriz de acne é melhorar a aparência da pele e, por consequência, a autoestima dos pacientes. O que não é uma tarefa fácil, pois temos diversos tipos de cicatriz, sendo necessário o emprego de muitas técnicas para obtermos um resultado satisfatório.

 

Hoje, graças ao avanço nas tecnologias, já conseguimos resultados bem positivos.

 

Mas qual o tratamento é mais efetivo para cicatrizes de acne?

 

Existem várias possibilidades, inclusive a associação de técnicas.

 

  • Exérese de cicatriz: consiste na retirada de cicatrizes extensas com anestesia local, bisturi e sutura, resultando numa cicatriz menor e menos perceptível.
  • Laser fracionado ablativo de CO2: fazemos um resurfacing usando altas energias e conseguimos corrigir o desnivelamento da pele com melhora do aspecto das cicatrizes.
  • Microagulhamento com radiofrequência: a técnica é conhecida no Brasil como microagulhamento de ouro. Consiste na associação da radiofrequência com microagulhamento. São ponteiras com 25 agulhas, revestidas a ouro, que levam à formação de micro furos, associadas à liberação de calor da radiofrequência. Assim, gera um estimulo para regeneração celular por meio da cicatrização e pela neocolagênese (produção de colágeno). O que resulta na melhora das cicatrizes.
    No pós-tratamento, podemos associar a aplicação de produtos nas camadas mais profundas da pele, através dos microfuros que foram feitos pelas agulhas. Dessa forma, facilita a entrega dessas drogas no local adequado. Esse procedimento é conhecido como drug delivery.
  • Radiofrequência ablativa: é uma tecnologia que gera calor até as camadas mais profundas da pele, mantendo as mais superficiais resfriadas e protegidas. Além disso, provoca a contração das fibras colágenas, o que estimula a formação de novas fibras e remodelamento dos tecidos.
  • Cross: é uma técnica na qual aplicamos ATA 90% ou fenol pontualmente nas cicatrizes, induzindo a reconstrução química dessas lesões. São feitas de 3 a 4 sessões mensais.
  • Preenchimento com ácido hialurônico: ideal para cicatrizes mais superficiais.
  • Bioestimuladores como a hidroxiapatita de cálcio e o ácido poli lático: também são uma opção, uma vez que determinam um aumento das fibras elásticas e colágenas pelo processo inflamatório, com consequente melhora no aspecto.
  • MMP (micro infusão de medicamentos na pele): é um tratamento que consiste em introduzir medicamentos na pele através de um aparelho com agulhas, visando o estímulo de colágeno e melhora do aspecto das cicatrizes.
  • Subcisão: indicada para as cicatrizes atróficas, aquelas que ficam aderidas a planos mais profundos da pele, permitindo a melhora do aspecto das cicatrizes.

Entre em Contato

Conosco


    Open chat
    Podemos te ajudar?